PUBLICIDADE

Nova concessionária assume transportes do Alentejo Central

O novo serviço público de transporte de passageiros do Alentejo Central, concessionado por cinco anos à empresa Transportes do Alentejo Central (TAC), cujo capital social pertence à Rodoviária do Alentejo, iniciou-se dia 1 de setembro. Trata-se de um negócio que o ano passado gerou receitas de 1,8 milhões de euros.

Segundo a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC), o novo serviço “conta com uma modernização generalizada na frota e um reforço de oferta correspondente a diversas necessidades identificadas pelos municípios”, sendo que os “horários da rede base da concessão correspondem, genericamente, aos atuais de forma a não causar quaisquer necessidades de adaptação dos utilizadores”.

De acordo com o último relatório anual da Autoridade de Transportes do Alentejo Central, consultado pela SW Portugal, o ano passado a rede de serviço público de transporte rodoviário transportou em 2021 um total de 548 255 passageiros, valor superior ao registado em 2020

mas inferior em cerca de 40% à pré-pandemia (2019). Do total de passageiros, 43% tem o passe de estudante e 34,8% o passe social. A taxa média de ocupação da frota, cuja idade média é superior a 18 anos, foi de apenas 7,72%. O negócio gerou uma receita de 1,8 milhões de euros.

No âmbito do novo serviço, e numa primeira fase que se prolonga até dezembro de 2022, os portadores dos passes atuais da Rodoviária do Alentejo (com exceção dos transportes escolares) podem utilizar o novo serviço, “havendo, no entanto, necessidade de proceder à atualização para o novo passe durante este período junto dos balcões do operador” de transportes.

Segundo a CIMAC, o contrato “integra um lote que corresponde a uma rede base e complementar de carácter intermunicipal e outro que corresponde à rede urbana de Vendas Novas”. De fora fica a rede de transporte rodoviário do município de Évora.

Relativamente aos utilizadores registados no Programa de Apoio à Redução Tarifária (beneficiando de redução de 60% no valor dos bilhetes), não será necessário proceder a qualquer alteração e/ou novo registo.

Também no Alto Alentejo já está em vigor a nova concessão de transportes rodoviários, com um “passe único de 30 euros”, independentemente da distância percorrida.  Em comunicado, a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) explica que vai ser efetuado um desconto de “50%” para todas as distâncias até 12 quilómetros, cabendo à empresa concessionária assegurar um total de 89 rotas, as mesmas que existiam antes da criação da empresa, com recurso a cerca de 40 autocarros.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.