PUBLICIDADE

Transporte público em Évora a “metade” dos valores de 2019

Em 2021 a rede de transporte rodoviário do Município de Évora transportou 408.757 passageiros, ficando muito “aquém dos valores” obtidos antes da pandemia de covid-19. A diminuição da procura é de 49,7%.

De acordo com o relatório anual da Autoridade de Transportes do Município de Évora, consultado pela SW Portugal, à “quebra significativa” do número de passageiros transportados em 2020, comparativamente com o ano anterior, seguiu-se uma recuperação em 2021, mas a procura foi ainda cerca de metade da registada antes da pandemia.

Com efeito, em 2019 os transportes públicos do concelho transportaram 802.721 passageiros. Em 2020 esse número “caiu” para 375.283. E o ano passado houve mais 33.474 passageiros. A recuperação ocorreu, sobretudo, no segundo semestre do ano.

Por outro lado, avança o documento, os passageiros distribuem-se “quase equitativamente entre os passes (194.642) e os títulos ocasionais (214.115)”, ou seja, os bilhetes pré-comprados ou adquiridos diretamente aos motoristas. Em 2021 foram vendidos 5317 passes para as carreiras urbanas, 1582 passes combinados (carreiras urbanas e linha azul) e apenas 118 exclusivamente para a linha azul. O passe jovem chegou a 1049 pessoas. O passe social a 513.

O serviço de transporte de passageiros é efetuado por 22 veículos. Destes, todos eles a diesel, 20 têm mais de 12 anos de serviço (a idade média da frota é de 12,68 anos), ou seja, estão em circulação desde a data em que o serviço foi concessionado pela Câmara de Évora à Trevo, uma sociedade anónima do Grupo Barraqueiro. Inicialmente com uma vigência de 10 anos, o contrato foi prorrogado até ao próximo dia 30 de setembro em virtude da existência de um”fundado risco de rutura do serviço público”.

“A atual modificação objetiva do contrato foi feita por um período adicional de nove meses, sendo o

valor mensal da compensação económica de 44,7 mil euro”, acrescenta o relatório, sublinhando que se mantiveram “todas” as restantes cláusulas, “como por exemplo as obrigações do serviço público e o direito do concessionário de explorar o serviço de transporte público, em regime de exclusividade”.

Recorde-se que em março deste ano foi assinado o contrato para a nova concessão do serviço público de transporte de passageiros no Município de Évora, relativo ao concurso público internacional lançado em janeiro de 2021, com o valor base de 6,1 milhões de euros, tendo o mesmo sido enviado para fiscalização prévia ao Tribunal de Contas. A concessão engloba 13 linhas, incluindo uma nova ligação entre o Parque Aeronáutico de Évora e os bairros periféricos situados a norte da cidade.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.