PUBLICIDADE

Vinipax regressa com aposta nos vinhos de Beja e de talha

Francisco Alvarenga texto | Ricardo Zambujo foto

A Vinipax está de regresso. A feira decorre em Beja de 30 de setembro a 2 de outubro, com a presença de quatro dezenas de produtores, distribuídos pelas várias regiões, mas com destaque para o Alentejo. Para além destes produtores ainda marcarão presença o Instituto de Vinhos do Douro e do Porto, enquanto região convidada, a Associação de Municípios Portugueses do Vinho, a Comissão Vitivinícola do Algarve e a Associação de Produtores de Vinho de Talha, a Vitifrades. 

Entre os municípios presentes, inclui-se a Vidigueira, que apresentará a Rota do Vinho de Talha, Mértola (que levará à feira os vinhos produzidos no concelho), Oeiras, com os Vinhos de Carcavelos, Pinhel (considerada a Cidade do Vinho 2022) e Almendralejo, que dará a conhecer os vinhos desta região espanhola. Também Ourique estará presente, apostando em provas de degustação do presunto de porco alentejano com os vinhos presentes na feira.

“Neste recomeço contamos com mais de 300 referências e daremos ênfase particular aos vinhos de Beja e aos Vinhos de Talha”, refere o presidente da Câmara de Beja, Paulo Arsénio, acrescentando que a Vinipax não irá “deixar de transmitir uma dimensão mais ampla das excelentes ofertas de vinho de todas as regiões do país”. 

“O vinho”, prossegue, “é um dos elementos centrais da economia local, fator potenciador do turismo e ainda um dos embaixadores de excelência do concelho e da região em Portugal e no estrangeiro”.

Novidade este ano será uma “renovada” loja de vinhos, a funcionar num horário mais alargado, e que segundo a organização irá permitir a compra dos vinhos “representados” no evento.

Na programação, além das habituais provas comentadas promovidas pelos produtores, a Associação dos Produtores de Vinho de Talha irá recriar uma taberna/adega tradicional com provas regulares de Vinho de Talha. Será ainda promovida a estreita ligação dos vinhos e da gastronomia, através da realização de provas de harmonização, no espaço Sul à Mesa, onde assinalarão presença alguns dos chefs e restaurantes de excelência da região de Beja.

No que aos vinhos diz respeito, a Vinipax irá começar no dia 30 com uma prova de vinhos do Douro e Porto (18h00), seguindo-se (19h15) uma prova de vinhos de Beja, escolhidos e comentados por Aníbal Coutinho. No sábado, dia 1, destaque para uma prova de vinhos de talha (17h00), que se realiza depois da apresentação da candidatura da técnica de produção destes vinhos a Património Cultural Imaterial da Humanidade. Domingo, dia 2, o jornalista de vinhos Manuel Baiôa (colaborador da SW Portugal) irá apresentar (16h45) uma prova de vinhos de talha.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.