PUBLICIDADE

Vinhos do Alentejo lançam projeto de economia circular

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) anunciou o lançamento de um projeto piloto de economia circular que vai permitir reciclar e transformar em novos produtos os resíduos de plástico gerados nas adegas da região. 

Designada “Adegas com resíduos circulares”, a iniciativa resulta de uma parceria estabelecida com a Gesamb, empresa responsável pela gestão de resíduos urbanos do distrito de Évora, e a Silvex, uma empresa inovadora em projetos de economia circular em Portugal na área dos plásticos flexíveis e que dará uma segunda vida aos resíduos resultantes da atividade vitivinícola alentejana. 

“O novo sistema de reciclagem de elevada tecnologia, permite a traçabilidade necessária e comprovou elevada eficiência no processamento dos resíduos das adegas”, explica fonte da CVRA, acrescentando que o sistema de reciclagem será disponibilizado gratuitamente aos produtores que integram o Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA), permitindo “a criação de cadeias curtas de transporte e processamento” e “potenciando valor acrescentado” na valorização dos resíduos gerados no processo produtivo da adega.

“Este projeto configura-se como uma oportunidade sinergética entre a produção de resíduos de plásticos usados em ambiente de adega e a necessidade de matérias-primas por parte da empresa. A iniciativa pretende tornar os resíduos das adegas com a chancela PSVA em subprodutos com valor acrescentado”, salienta João Barroso, coordenador do projeto. Recebidos pela Gesamb, os resíduos serão entregues à Silvex, responsável pela sua reciclagem e transformação em novos produtos. O projeto conta com o apoio da Agência Portuguesa do Ambiente. 

Recorde-se que o PSVA coloca a região do Alentejo como pioneira na implementação de medidas de agricultura sustentável e que, em 2020, lançou o único selo de certificação de produção sustentável em Portugal. Atualmente, o PSVA conta já com 517 membros, que representam 52% da área de vinha do Alentejo, e com 11 produtores certificados, número que pretende duplicar até ao final do ano.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.