PUBLICIDADE

Programa Transforma promove artes nas escolas

No âmbito do Transforma – Programa para uma Cultura Inclusiva no Alentejo Central, a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) continua a realizar uma open call destinada a artistas e/ou organizações culturais para que apresentem as suas propostas de participação numa residência artística em contexto escolar.

Parte integrante das atividades do Transforma e dos seus projetos de mediação cultural, estas residências serão feitas em conjunto com agrupamentos escolares do Alentejo Central, com vista ao desenvolvimento e implementação de pedagogias criativas, capazes de motivar os alunos e envolver a comunidade educativa no compromisso de uma educação para todos com uma forte componente artística.

Para isso, propõe-se juntar artistas e professores de diversas disciplinas, na definição de projetos que recorram a estas pedagogias criativas e promovam mais atenção, motivação e envolvimento dos alunos em sala de aula. Estes projetos serão implementados em residência artística na escola, com duração de alguns meses já no ano escolar de 2022/2023.

O projeto será constituído por dois momentos. O primeiro, a decorrer em outubro, é realização de Laboratório de Criação de Pedagogias Criativas. Durante cinco dias consecutivos, os artistas selecionados irão participar num laboratório intensivo, orientado por artistas convidados que participaram no projeto “10×10 Ensaios entre Arte e Educação” da Fundação Gulbenkian, no qual irão experimentar, testar e criar repertório de pedagogias criativas. 

O segundo momento será a realização de residências, entre novembro e maio. Num período entre três a cinco meses, os artistas selecionados irão, em conjunto com os professores envolvidos e respetiva turma, implementar um projeto. “Tal implica que o artista terá que se deslocar com regularidade à escola, quer para preparar o projeto com os professores, quer para trabalhar diretamente com estes e os alunos”, refere a organização.

As candidaturas decorrem até dia 16 de setembro, sendo que o projeto envolve os Agrupamentos de Escolas Manuel Ferreira Patrício (Évora), Viana do Alentejo, Montemor-o-Novo e Borba.

Coordenado pela CIMAC, o O Transforma – Programa para uma Cultura Inclusiva do Alentejo Central pretende promover a inclusão social junto de populações excluídas ou isoladas, através de uma abordagem integrada entre cultura e inclusão social num contexto predominantemente rural e de baixa densidade, envolvendo entidades locais que já têm experiência nas áreas culturais em que se foca o programa.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.