PUBLICIDADE

O Gajo vai tocar com as Papoilas do Enxoé. Leva a campaniça

A colaboração entre João Morais (O Gajo), a sua viola campaniça e o Rancho Coral Alentejano Feminino As Papoilas do Enxoé de Vale Vargo, concelho de Serpa foi um desafio que começou durante a pandemia. E que se irá materializar amanhã, dia 15 de julho, com um concerto conjunto para o lançamento de um disco.

Quando todos os ranchos paravam e se desmobilizavam, era importante não baixar os braços e criar formas de manter a atividade e a criatividade. Assim, quando o desafio de participar com este Rancho Coral Feminino foi feito a João Morais, não avançar não era uma hipótese.

As Papoilas do Enxoé têm 17 anos de existência na recolha e preservação do Cante Alentejano.  Atualmente com 18 elementos, dedicam-se à tradição, levando as suas vozes, simpatia e boa disposição a vários pontos do país e algumas participações televisivas.

O Gajo nasceu pela mão de João Morais, em 2016. Com a viola campaniça como protagonista, a sua abordagem musical ao instrumento e respetivas potencialidades, é essencialmente contemporânea e urbana.

Os dois universos uniram-se em Serpa, criando um resultado único de sonoridades entre o popular e a modernidade.

Neste desafio, O Gajo contou com dois grandes músicos convidados, os experientes Carlos Barreto no contrabaixo e o José Salgueiro na percussão. Juntos trabalharam nas sessões de estúdio no Musibéria para a gravação de um disco e subirão a palco no dia 15 de Junho em Vale Vargo.

“Criar música para servir de base a estes cantares do Alentejo foi um grande desafio, pois nunca quis comprometer o formato de um cantar ancestral ou de alguma forma distorcer a sua essência, queria que se sentisse a presença da minha abordagem mais actual e que isso pudesse enaltecer as vozes”, diz João Morais. Acrescentando: “É um trabalho feito com pinças e acima de tudo com muito respeito por esse nosso património imaterial que é o Cante Alentejano.”

Dia 15 de junho, às 19:00 horas, promete, Vale Vargo “será surpreendido pelo encontro da tradição e modernidade” num palco dedicado ao património cultural alentejano.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.