PUBLICIDADE

Museu Histórico Militar de Estremoz abre em setembro

O município de Estremoz e o Exército Português vão criar, em parceria, um Museu Histórico Militar nas instalações do Regimento de Cavalaria N.º 3 (RC3). A previsão de abertura ao público está calendarizada para setembro, mês em que se celebra o dia desta unidade.

O Regimento de Cavalaria N.º 3 é “uma instituição de referência na cidade, tem um valioso património e uma história riquíssima”, lembra José Daniel Sádio, presidente da Câmara de Estremoz, acrescentando ter surgido a vontade, de ambas as partes, de “proporcionar a criação de um espaço visitável, dentro das instalações do RC3 em que conseguíssemos expor a sua história e preservar a memória” da unidade. 

A coleção exposta, fruto do espólio do RC3, vai ser de visita “gratuita”, com “manutenção e funcionamento assegurado pela unidade”, garantiu o autarca, explicando que ao município compete a disponibilização de meios e equipamentos para “a reconversão do espaço que será o futuro museu”. 

Subjacente a esta criação, está a abertura “do RC3 à sociedade civil e aos turistas que vêm a Estremoz”, afirma José Daniel Sádio, acreditando que a oferta pode potenciar o turismo militar na região: “O turismo militar está em crescente e Estremoz é cada vez mais um concelho com património e espaços museológicos de referência. Este é mais um que vai acrescentar valor ao concelho e à cidade em concreto”. 

O RC3, conhecido por Dragões de Olivença, subordinado à Brigada de Reação Rápida do Exército Português tem como lema a “Conduta Brilhante na Guerra”, como pode ler-se na página oficial do exército. É, neste momento, comandado pelo coronel Peralta Pimenta.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.