PUBLICIDADE

Misericórdia de Montemor-o-Novo vai ser classificada

A Igreja da Misericórdia de Montemor-o-Novo vai ser classificada como monumento de interesse público. O projeto de decisão, assinado pelo diretor-geral do Património Cultura, João Carlos dos Santos, foi agora publicado em “Diário da República”. Processo técnico concluído, fica apenas em falta o despacho do secretário de Estado da Cultura.

Além da igreja, propriamente dita, a classificação irá incluir a sacristia, a sala do despacho, arquivo e anexos, situados na Rua Teófilo Braga, em Montemor-o-Novo.

Construída depois de 1533, a igreja mantém, além do pórtico, a nave com cobertura abóbada, “sentindo-se bem a influência do manuelino”. Segundo o arquiteto Jorge Brito e Abreu, relator do processo, as principais intervenções no monumento ocorreram durante o século XVIII, com a construção do cruzeiro, da capela e do altar-mor, retábulos e cadeirais, tendo “os estuques e pinturas morais [sido] executados no primeiro quartel do século XIX”.

“A igreja tem coro alto, estruturado na campanha de obras de 1605/1606”, altura em que foi construída a sala do despacho, “com um notável teto em abóbada de nervuras, com pintura da mesma época, da autoria de José Escobar”.

Além disso, acrescenta, no arquivo da Misericórdia “estão documetadas, além das obras arquitetónicas, as encomendas e aquisições de património integrado e móvel”, como a encomenda do mobiliário de arquivo, aprovada em outubro de 1765, que descreve “minuciosamente as estantes, assentes em cachorros de madeira, que revestem as paredes, com a utilização de portas para acautelar a segurança da documentação”.

De acordo com Jorge Brito e Abreu, a classificação do conjunto justifica-se “atendendo ao seu valor histórico, arquitetónico, com qualidade nas várias intervenções que mostram a sua vivência no longo período da sua existência, bem como a sua presença determinante na ambiência urbana em que se integra”.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2023 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.