PUBLICIDADE

Lendias d’Encantar em digressão pela América Latina

A companhia Lendias d’Encantar inicia na próxima sexta, dia 16, uma digressão por três países da América Latina (Colômbia, Brasil e Uruguai), aprofundando a sua aposta na internacionalização.

Depois da participação, no passado mês de abril, no Festival Alternativo de Bogotá, a companhia portuguesa regressa à Colômbia para estrear a versão em castelhano da peça “No Limite da Dor”. Será no dia 16, na cidade de Manizalles. Daqui, seguirá para Sofia (dia 17) e para Medelin (entre 21 e 24).

Com encenação do cubano Julio César Ramirez, “No Limite da Dor” é uma peça baseada no programa de rádio da Antena 1, de Ana Aranha, e no livro com o mesmo nome, de Carlos Ademar, que recorda os tempos de ditadura e dos interrogatórios levados a cabo pela PIDE, através de testemunhos reais de quatro portugueses que viveram esses tempos de terror.

Depois da Colômbia, o espetáculo será apresentado na cidade brasileira de Santa Maria, no dia 30 de setembro.

O diretor artístico da Lendias d’Encantar, António Revez, seguirá então, enquanto programador, para o Festival Internacional de Artes Cénicas (FIDAE) do Uruguai, com o duplo propósito de selecionar espetáculos para a edição do próximo ano do Festival Internacional de Teatro do Alentejo (FITA) e assinar um acordo de colaboração com o Instituto Nacional de Artes Cénicas deste país. Conforme anteriormente anunciado, o Uruguai será o país convidado da próxima edição do FITA.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.