PUBLICIDADE

Évora acolhe o Desdobra-te, festival de dança e outras artes

O Desdobra-te – Festival de Dança e Outras Artes está de regresso a Évora, entre os próximos dias 18 e 20 de novembro, numa organização da PédeXumbo que irá decorrer em diversos “palcos” da cidade. 

Bailes, concertos, oficinas, teatro e performance, atividades para famílias e passeios voltam a fazer parte do programa deste festival de outono, que aposta em acolher quem vive na cidade e quem a visita para um fim de semana cheio de dança, música e outras artes. 

“Fazemos o convite aos eborenses e a quem nos quiser visitar para que se juntem a nós a fazer o que mais gostamos: dançar, celebrar e partilhar”, diz a PédeXumbo, acrescentando que a programação se desdobra por 11 espaços da cidade, entre os quais estão o Monte Alentejano, o Pátio do Inatel, o Círculo Eborense, os antigos Celeiros da EPAC, a Livraria Fonte de Letras e a Sociedade Harmonia Eborense. 

O programa, dividido em “Lado A” e “Lado B”, convida a múltiplas desdobragens pelas diversas atividades e apela à participação de dois grupos distintos. Segundo a organização, “satisfaz tanto os impulsos dos habitués de festivais folk como os devaneios dos curiosos e das famílias que preferem uma experiência mais relaxada e abrangente”. 

“São dois públicos com características bastante diferentes que encontrarão aqui o seu festival”, acrescenta a associação, sublinhando que “a ideia principal permanece: cruzem-se, dobrem-se, desencontrem-se para se reencontrarem, vivam uma experiência rica em desdobragens consecutivas enquanto conhecem a cidade de Évora”. 

No “Lado A” haverá bailes todas as noites, com Ledok de Portugal, Obal da Galiza, Loogaroo da Bélgica e Duo Montanaro Cavez de França. No primeiro dia de festival, o Pátio do Inatel será palco de uma Roda de Choro, com Chôro-É. E os antigos Celeiros da EPAC vão acolher diversas iniciativas, como oficinas de flamenco, dança criativa para adultos, dança blues e bailes mandados, entre outras. Do lado A está ainda a estreia da nova criação Pédexumbo, este ano com Luis Fernandes e Clara Marchena, da Madrasta Dance, que vão estar em residência no Espaço Celeiros, nos dez dias que antecedem o festival. 

Já no “Lado B”, a programação inclui concertos, onde se destaca mais uma edição de “Musicálogos” uma iniciativa da Capote Música que desta vez convida Duarte e Mema, conversas, teatro e performance, onde se pode ver “Diálogos com um Calendário”, de Veronika Boutinova, por aBruxa Teatro, oficina de canto com os ucranianos Lita Folk Band ou uma visita e prova da Magnífica, uma cerveja artesanal alentejana, entre muitas outras coisas. 

O Desdobra-te também é dedicado às famílias com diversas atividades para crianças, como “Conchas”, um espetáculo de música e marionetas para bebés (da d’Orfeu), Oficina de Yoga para famílias, bailes, experiências musicais e até uma oficina de cerâmica para pôr as mãos no barro com o projeto Terra Quente. 

Os passes para o festival já estão disponíveis na bilheteira online e está a decorrer uma fase de desconto para a compra do passe geral, até dia 31 de outubro.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.