PUBLICIDADE

Documentário desvenda paisagens de Odemira

Resultado da colaboração do fotógrafo venezuelano Jesus Salazar com o geólogo Carlos Neto de Carvalho, investigador do Instituto D. Luís, da Universidade de Lisboa, o documentário “Odemira – paisagens em 375 milhões de anos” convida a uma viagem pela história geológica do território deste município do Alentejo Litoral. A estreia será no próximo dia 5 de fevereiro, pelas 15h00, no Cineteatro Camacho Costa.

O documentário incide sobre a evolução geológica do litoral odemirense, revelando a história das pegadas fósseis da Praia do Malhão, a formação das falésias e do vale do rio Mira.

Segundo a Câmara de Odemira, o projeto “decorre do estudo de salvaguarda e valorização do Património Geológico das Dunas Fósseis do Sudoeste Alentejano, que inclui ações como a geocronologia e análise de ADN antigo, moldes e replicação de registos fósseis, desenvolvido pelo Centro Português de Geo-História e Pré-História” em parceria com o município.

De acordo com a mesma fonte, após a apresentação do filme “haverá espaço de diálogo com os autores sobre a importância e valorização do património geológico do concelho de Odemira”.

As entradas são gratuitas, sujeitas a marcação prévia através dos contactos 283 320 900 (segunda a sexta-feira, no horário 09h00/17h00) ou 283 320 881 (atendedor de chamadas).

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2022 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.