PUBLICIDADE

Câmara de Évora preocupada com qualidade da água

A Câmara de Évora emitiu um comunicado à população onde informa que a empresa Águas do Vale do Tejo, responsável pelo tratamento de água com origem na albufeira do Monte Novo e pelos reservatórios da cidade, “tem vindo a entregar na rede pública” água com “valores de turvação e manganês muito elevados, provocando o aparecimento de tonalidade anormal na água que chega às torneiras dos consumidores”.

Perante a situação, a autarquia diz ter desencadeado “todos os contactos” com as entidades responsáveis pelo setor, como a Águas do Vale do Tejo (AdVT), Entidade Reguladora da Água e dos Resíduos (ERSAR) e Autoridade de Saúde, “de modo a, em conjunto, resolver a situação no menor espaço de tempo possível”.

No comunicado, a autarquia afirma “não ter qualidade responsabilidade pela situação” e apela “à compreensão de todos”, garantindo “continuar a desenvolver todos os esforços para rápida resolução do problema”.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a AdVT explicou que a turvação na água deveu-se às “intervenções de ligação do novo troço da conduta” que liga a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Monte Novo aos reservatórios do Alto de São Bento, garantindo tratar-se de uma “situação pontual e de curta duração”.

Segundo a empresa, a situação ocorrida “não constituiu qualquer perigo para a saúde pública”, sendo “expectável que a qualidade de água no sistema tenda a normalizar nas próximas horas”.

Partilhar artigo:

PUBLICIDADE

FIQUE LIGADO

PUBLICIDADE

© 2023 SUDOESTE Portugal. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.